Sexta-feira, 10 de Julho de 2009

De acordo com as previsões do Núcleo de Estudos de Conjuntura da Universidade Católica (NECEP), a economia Portuguesa deve cair 3,7% ainda este ano, sentindo-se, naturalmente, o seu efeito mais avassalador em 2010. Segundo os especialistas, citados por estes dias no Público online, “esta projecção reflecte o impacto muito adverso que a conjuntura externa continua a ter sobre as exportações, bem como o péssimo desempenho do investimento”.

Más notícias, portanto, que irão obrigar o próximo Executivo que saia das eleições de Setembro a governar com pinças, no que diz respeito a medidas que mexam com o investimento público e o bolso dos portugueses. Junte-se a tudo isto um fenómeno natural de retracção do consumo e está criado o caldo para que os optimismos recentes do então Ministro das Finanças relativamente ao fim da crise sejam uma miragem.

Estas, só por si, são razões mais que suficientes para que os Portugueses sejam devidamente esclarecidos em campanha sobre a real situação do País. Para que, em consciência, possam votar e decidir sobre que rumo é que querem para Portugal para os próximos 4 anos.

 

Francisco Mota Ferreira, no Novas Políticas



publicado por Política de Verdade às 12:21
10 de Julho, 2009 | link do post | comentar

 
Donativos

Donativos

Redes Sociais