Sexta-feira, 14 de Agosto de 2009

Que País é este que contrata médicos cubanos para suprir carências de profissionais de Saúde em Portugal?

Que País é este que tem aberto a conta-gotas as vagas para medicina nas Universidades, o que tem levado centenas de alunos Portugueses a ir para o estrangeiro para seguir o curso da sua vocação?

Que País é este que tem milhares de pessoas sem médico de família porque os concursos para a contratação de profissionais de saúde em locais recônditos de Portugal são abertos e ninguém comparece?

Que País é este que tem centenas de médicos de países como Espanha, da América do Sul ou da Europa do Leste a exercer porque, ou não há profissionais suficientes ou estes estão confortavelmente instalados nas grandes cidades e não querem abdicar dessa vida?

Que País é este que coloca a vida dos seus Nacionais nas mãos de pessoas que nem sequer falam ou percebem Português?

Que País é este que sabe, há muitos e longos anos que, invariavelmente, as vagas de Medicina nas Universidades tinham de ser alargadas para evitar que Portugal tivesse de recorrer a mão-de-obra especializada estrangeira?

Que País é este que, sabendo isso, não alargou os numerus clausus há mais tempo?

Que País é este que tem longas listas de espera para operações que podem decidir a vida e a morte de uma pessoa?

Que País é este que tem os principais Hospitais Nacionais com carências cada vez maiores em termos de literalmente tudo, que obrigam, a quem pode, a recorrer à medicina privada?

Em Portugal, a Saúde, em vez de ser um direito, está a começar a ser um luxo. Que infelizmente nem todos poderão pagar…


Francisco Mota Ferreira, no "Novas Políticas"



publicado por Política de Verdade às 13:11
14 de Agosto, 2009 | link do post | comentar

 
Donativos

Donativos

Redes Sociais