Sexta-feira, 11 de Setembro de 2009

Portugal está asfixiado pelo Estado. Há anos que esta situação se mantém, nos queixamos e pouco ou nada se altera. Para mudarmos esta realidade, para conseguirmos uma economia virada para a criação de emprego, vamos ter de assumir outra forma de estar na vida. Enaltecer o empreendedor, não invejar o sucesso alheio. Aceitar o risco. Querer escolher. Assumir a responsabilidade da escolha. Alcançar o verdadeiro sentido da liberdade. Não pedir ao Estado o que pode ser feito por nós. A verdadeira mudança, que nos permitirá viver melhor, começa no nosso íntimo e não no governo. Enquanto não atingirmos isto, não sairemos daqui.

 

André Abrantes Amaral, no "Novas Políticas"

 



publicado por Política de Verdade às 15:31
11 de Setembro, 2009 | link do post | comentar

1 comentário:
De Margarida Barros a 12 de Setembro de 2009 às 16:14
Enaltecer o empreendedor ? Sim .Mas infelizmente a maior parte dos empresários são subsídio dependentes a quem o Estado financia a fundo perdido , delapidando o frágil erário público que paga a todos os parasitas e desrespeita os trabalhadores.
São as concessões milionárias ...e que mais valias acrescentam?
São as Parcerias PP ...afinal onde estão as receitas do estado? O Estado paga , o Povo trabalhador paga , quem enriquece à custa dos euros públicos? Que valor acrescentado se junta para aumentar a riqueza da NAÇÃO ?
Eu sempre votei PSD e mais uma vez vou fazê-lo para que os socialistas levem o pontapé de saída bem apontado no local certo, mas espero que quando eu chegar aos 70 anos tenha ao menos o direito efectivo a uma reforma digna ...é que com tanto subsídio parasítico que anda por aí não há taxa de sustentabilidade que resista.


Comentar post

 
Donativos

Donativos

Redes Sociais