Domingo, 13 de Setembro de 2009

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O debate de hoje mais uma vez esqueceu a Justiça. Porque será?!

 

José Sócrates quis conduzir o debate logo à partida e, ficou incomodado porque a moderadora negou que tivesse combinado falar de  qualidade de Democracia.

Até parecia que trazia ensaiado de casa o discurso  (e ao espelho! )porque muitas vezes utilizou chavões e foi demagógico apelando ao sentimento e aos desgraçadinhos.

 

Começou por invocar como no  cartaz que por aí circula, o publico feminino mas, a rampa de partida não lhe foi favorável quando chamou à discussão a candidatura de João Jardim na Madeira a dois lugares, comparada logo de seguida , como não podia deixar de ser, à sua e à de Manuela Ferreira Leite, por esta.

 

Ao fim de 2 minutos Manuela Ferreira Leite já marcava 1 a 0.

 

Claudicou esta, quando fugiu à questão de  Helena Lopes Costa e António Preto dizendo que não chama à politica casos de Justiça. Não é bem assim mas, pôs um ponto na questão (preta, diga-se! ).

 

Manuela Ferreira Leite pugnou pela alteração aqui e ali  de formas actuais de governar tentando por várias vezes explicar a Sócrates que um lider deve ter estratégia e ajustar-se à conjuntura. O que agora é propício ou oportuno , amanhã torna-se absoleto.

Sócrates insistiu em factores passados que Manuela rebateu com firmeza e clareza, apesar das várias e despropositadas interrupções de que constantemente foi alvo por parte do líder do partido socialista.

 

Sócrates fez citações preparadas de professores e militares, à boa maneira "impressionista" mas não impressionou.

Nem os seus tiques e sorrisos conseguiram estragar a firmeza de Manuela Ferreira Leite.

 

Gostei quando ela disse que não gostava dos Espanhóis metidos na política de Portugal e que Portugal não é uma província espanhola.

E gostei quando frontalmente lhe disse que apresentava números de empresas que foram ajudadas, esquecendo que  selecionou empresas para apoiar.

 Explicou que endividamento não é o mesmo que recessão. E não é.

 

Sócrates desculpou-se com a crise para não ter podido baixar os impostos. A desculpa que antes Manuela FL dizia que lhe tinha servido para estar hoje a falar  ainda como Governo.

 

Falou-se de IMI, de PEC, de SCUDS e, de momentos diferentes na oportunidade de aplicação dos mesmos.

 Pareceu-me Manuela Ferreira Leite esclarecida quanto ao que pretende fazer e não fazer, mudar e manter e clara na explicação do porquê.

 

Algo a apontar à moderadora :- ou é PS ou parecia.

Às tantas Manuela FL até perguntava no plural, se estavam a pensar acabar com as privatizações.

 

A afirmação que deixou a Sócrates quanto à estratégia de Governo é interessante:

"Eu gostaria que o senhor dissesse: -"Eu vou criar riqueza para que não haja necessidade de apoios sociais." Pois.É que estes não caem do céu!

 

Sócrates, interrompendo constantemente a sua opositora não fez muito mais que apontar defeitos acabando num tom moralista ao estilo "Bem prega Frei Tomás" , pedindo que não lhe apontem só defeitos , que não digam só mal, que trabalhem para fazer crescer o País...

 

Esperava do líder do partido socialista mais preparação para este debate e menos ensaio do discurso. E, não esperava uma presença tão forte e tão segura de Manuela Ferreira Leite.

 

Ganhou o debate sem margem para dúvidas.

 

Cleopatra, no "Cleopatra Moon"



publicado por Política de Verdade às 15:42
13 de Setembro, 2009 | link do post | comentar

1 comentário:
De ACCB a 13 de Setembro de 2009 às 18:14
Fiquei a saber, por alguém que está sempre muito atento a estas coisas da Net, que a minha postagem tinha sido aqui colocada.
Não me incomoda porque digo naturalmente o que penso. Sempre. E tudo o que escrevi repetiria sem embaraços ou azedumes. Está escrito está escrito e antes de escrito estava assumido.
Tenho uma outra postagem num outro Blog que não é menos sincera nem menos sentida.
Provavelmente não lhe ligaram tanta importancia embora também ela esteja plena de verdade.
Mas gostaria já agora que, dentro do mesmo perfil que reconheço a MFL ( Drª Manuela Ferreira Leite) esse post fosse lido e, tido em conta.

No fundo também é o que penso e, a politica a sério faz-se com visões sérias aceitando criticas e não só.

http://aeiou.expresso.pt/justica-a-troco-de-que=f534627



Comentar post

 
Donativos

Donativos

Redes Sociais