Terça-feira, 15 de Setembro de 2009

 

 

Paulo Marcelo, no "Jamais"


tags:

publicado por Política de Verdade às 15:13
15 de Setembro, 2009 | link do post | comentar

2 comentários:
De Joaquim Moreira a 15 de Setembro de 2009 às 18:55
Muita atenção! O Sr. Sócrates está a fixar-se no TGV só para desviar atenções de outras prioridades.
Por Favor Drª não mencione mais o TGV pois é o que ele quer!
Favor encerre o assunto...
É tudo manobra política!
Não estamos em tempo disso.
É preciso mostrar ao povo Português o que de mau ele fez... Só assim, ele tem dificuldade de se escusar...
P´ra frente!...


De Luis Melo a 16 de Setembro de 2009 às 15:01
E Sócrates é anti-italiano e anti-nortenho?
Estou farto de ouvir socialistas e outros dizerem que Manuela Ferreira Leite tem um preconceito anti-espanhol por ter dito o que disse no frente-a-frente, sobre o TGV.

Esses senhores que dizem essas barbaridade são estúpidos e querem fazer de nós estúpidos. Então dizer que não será PM para defender os interesses dos espanhóis é ser anti-espanhol?

Aliás, se MFL fosse anti-espanhol não teria aceite trabalhar no Banco Santander durante vários anos. Alguém quer maior prova de que ela não tem problema nenhum com espanhóis? Simplesmente não vamos enterrar mais o país com o TGV, simplesmente porque também faz jeito a nuestros hermanos.

Ou será que esses senhores estúpidos - que tentam distorcer factos, para que estes se tornem armas em favor deles - também acham que José Sócrates é anti-italiano por ter dito que vendeu parte da GALP a Amorim e Eduardo dos Santos "para não deixar cair a GALP em mãos italianas"?

Ou até poder-se-á dizer que Sócrates é anti-nortenho por não permitir que a Sonae tome conta de empresas como a PT ou como a ZON?


Comentar post

 
Donativos

Donativos

Redes Sociais