Quinta-feira, 21 de Maio de 2009

O evento inicia-se pelas 11 horas de hoje.

 

Se desejar colocar uma questão aos oradores, pode fazê-lo na caixa de comentários deste post.



publicado por Política de Verdade às 09:11
21 de Maio, 2009 | link do post | comentar

5 comentários:
De Nuno Matos a 21 de Maio de 2009 às 09:45
Para além dos instrumentos tecnológicos não acham que se deve acima de tudo comunicar. Os instrumentos deveria permitir a interacção entre as partes e não servir apenas como canal de passagem de "propaganda"?

Se alguém faz uma questão esta deveria ser respondida e em tempo útil. É para isso que serve a web 2.0.

Não deveria a colaboração significar interacção? Então porque será que os partidos ainda tem tanto medo em responder directamente às questões dos eleitores?


De Goreti Martins a 21 de Maio de 2009 às 12:40
Bom dia a todos,

Ontem ouvi a prova hora na Antena 3 sobre as Eleições Europeias. É um programa ouvido maioritariamente por "malta nova" e normalmente não se interessam por política. Houve vários ouvintes que disseram até ter algum interesse por politica e conhecerem os cabeça de lista dos vários partidos. Contudo não conhecem os restantes lugares/nomes das listas. O que sugerem no âmbito da Internet e das Redes Sociais, para divulgar o potencial da lista do nosso partido?

Muito obrigada.
Goreti Martins


De Alexandre Gaudêncio a 21 de Maio de 2009 às 12:45
Acha que os comentários nos blogues devem ficar abertos aos anónimos?
Muitas vezes, e pela minha experiência, há pessoas que deixam comentários negativos para o blogue cair no descrédito. Por outro lado, muitas pessoas não se querem identificar para não sentirem represálias...
Qual é a vossa opinião?


De Domingos de Mascarenhas a 21 de Maio de 2009 às 12:56
Como se propõem chegar a uma sociedade civil forte, participativa e crítica, a um "Governo Aberto" enfim a uma "Política 2.0" em Portugal a partir do actual monopólio dos partidos, sindicatos e media tradicionais (unidireccionais) sobre o debate político? No UK, nos USA, na Suíça e noutros países a sociedade civil é forte porque sabe que tem influência. Os políticos são aí directamente pressionáveis pelos eleitores e por grupos de interesses diversos. Não é raro ver deputados votar contra o seu partido. Isso nunca poderia acontecer em Portugal, onde não há círculos uninominais e nada se referenda, e impera a disciplina de voto, as máquinas partidárias e o peso das instituições (mais do que ultrapassadas). "Política 2.0" é interessante como conceito (embora nada tenha de original), mas sem as ferramentas necessárias à efectivação dessa forma de exercício da democracia, tal nunca passará de conversa de (cyber)café. Que porpostas, que medidas concretas para chegarmos daqui lá? Obrigado.


De Sara Batalha a 21 de Maio de 2009 às 14:45
Pergunta aos dois convidados:

Se todos somos Media...
Se o conteúdo é o Rei...
Se a forma da mensagem é a Rainha...

qual a importância que o Media Training terá para o PSD nas eleições que se seguem e estratégia de comunicação poítica?

Obrigada.


Comentar post

 
Donativos

Donativos

Redes Sociais